ZigBee: o que é essa tecnologia e para o que ela serve?

O ZigBee é uma tecnologia que está se popularizando cada vez mais dentro da automação residencial. Mas você sabe o que é ela e para o que serve?

Com a popularização dos dispositivos inteligentes, cada vez mais temos várias opções. E é cada vez mais comum nos encontrarmos com duas opções: Wi-Fi x ZigBee. E você precisa saber a diferença entre eles.

Assim como qualquer outra coisa na vida, cada um tem as suas vantagens e desvantagens. Dependendo da sua realidade e do que você almeja, um se destaca frente ao outro.

Então, vamos nessa que vou te explicar o que é o ZigBee e suas vantagens e desvantagens.

O que é o ZigBee?

O ZigBee é um protocolo de comunicação sem fio com baixo consumo de energia. Ou seja, perfeito para dispositivos inteligentes.

Um protocolo é uma série de regras, definições e padrões que uma tecnologia deve seguir. Podemos dizer que o ZigBee é uma forma que dispositivos sem fio usam para se comunicar entre si.

Para facilitar, imagine que o ZigBee é um tipo de Wi-Fi para dispositivo com baixo consumo de energia.

Apenas esses dispositivos conseguem acessar e usar essa rede ZigBee, não é possível acessá-la com o computador ou smartphone. E isso nem faz sentido.

Por ter sido desenvolvido especificamente para dispositivos com baixo consumo de energia, o ZigBee é otimizado para a comunicação desse tipo de dispositivo (veja mais detalhes na seção de vantagens e desvantagens).

Assim como para ter o Wi-Fi você precisa de um roteador, para ter uma rede ZigBee você precisa de um hub.

É o hub que vai criar a rede ZigBee, receber e enviar comando para os dispositivos. Além disso, ele faz a interface com a internet (através de cabo ou Wi-Fi mesmo) e é só através dele que conseguimos acessar os dispositivos.

zigbee logo - ZigBee: o que é essa tecnologia e para o que ela serve?

Usando o mesmo paralelo com o Wi-Fi, o hub faz o mesmo papel que do seu roteador Wi-Fi.

Rede mesh

O ZigBee é uma rede mesh, mas o que isso significa?

Mesh, do inglês, significa malha. Isso quer dizer que a rede cria uma malha através dos seus dispositivos. Calma, vou explicar melhor.

A rede possui três tipos de dispositivos:

  • Coordenador
  • Repetidor
  • End-device

Uma rede só pode ter um coordenador, e ele é o hub! É o coordenador quem cria a rede e faz a interface com a internet.

Já o repetidor é um dispositivo que tem a capacidade de receber o sinal e repeti-lo para ter um alcance maior. Aqui, você pode achar que é a mesma coisa daqueles aparelhos repetidores de sinal Wi-Fi. E não é exatamente isso.

Por ser uma rede mesh, ela é uma rede bem mais inteligente que o Wi-Fi tradicional. Os repetidores de sinal tradicionais recebem o sinal Wi-Fi original e criam uma nova rede com o sinal mais forte.

Aqui é diferente, esses repetidores de fato repetem o sinal e aumentam o alcance da rede original. Não é criada uma rede adicional. Assim, mesmo se você tiver uma casa grande, com alguns repetidores de sinal, você consegue cobrir todo o ambiente.

Por fim, o end-device é um dispositivo que usa a rede ZigBee, mas não repete o sinal. Ou seja, ele simplesmente consome a rede para se comunicar.

A rede ZigBee é inteligente, então conforme você vai acrescentando dispositivos, ela mesma se organiza para que a rede seja eficiente. Ou seja, ela decide em qual roteador o dispositivo deve se conectar (ou se deve se conectar ao coordenador).

Inclusive, os dispositivos podem mudar de “conexão” se algum outro roteador tornar-se mais interessante para a rede.

End-device x repetidor

Mas afinal, quando sabemos que um dispositivo é roteador ou não?

Em geral, dispositivos que permanecem ligados diretamente na energia como tomadas, interruptores e lâmpadas. Mas isso não é regra. Interruptores sem neutro, por exemplo, geralmente não são repetidores.

Já dispositivos que usam bateria (principalmente sensores) são end-devices.

Como disse, geralmente é assim que acontece, mas isso varia de dispositivo para dispositivo. Por isso, antes de adquirir um dispositivo pesquise e informe-se.

topologia zigbee 1024x382 - ZigBee: o que é essa tecnologia e para o que ela serve?
Topologia da rede ZigBee aqui de casa – Gerado pelo Zigbee2mqtt

A imagem acima é a topologia da rede ZigBee aqui de casa. Note que existe apenas um coordenador, quatro roteadores (em azul) e os outros dispositivos end-devices (em verde).

Vantagens e desvantagens do ZigBee

A grande briga nesse sentido está entre o ZigBee e o Wi-Fi, ambas são tecnologias sem fio que permitem a comunicação de dispositivos. Então porque não usar apenas o Wi-Fi?

Afinal, usamos o Wi-Fi no dia-a-dia em nossas casas para acessar a internet. Para que colocar mais um tipo de rede em casa, sendo que o Wi-Fi já faz esse serviço?

A grande vantagem do ZigBee é que ele foi desenvolvido para ser exclusivamente uma forma de comunicação entre dispositivos com baixo consumo de energia! Ou seja, ele é extremamente otimizado para isso.

Quando comparamos ao Wi-Fi, o ZigBee é mais rápido. Ele tem uma latência menor, por isso é comum ter uma experiência mais fluida em comparação ao Wi-Fi.

Além disso, dispositivos ZigBee gastam menos energia. Tanto que a bateria de dispositivos ZigBee duram muitos meses antes de precisar trocá-la. Já dispositivos Wi-Fi trocam com mais frequência, além de usar baterias maiores.

Isso acontece pois os dispositivos desligam o rádio (a conexão ZigBee) quando estão ociosos e podem se conectar rapidamente quando necessário. Isso não é possível com o Wi-Fi.

Claro que nem tudo são flores, uma desvantagem do ZigBee é que você precisa de um hub para fazer toda essa comunicação. E também precisa se preocupar em espalhar repetidores pela casa para garantir que tenha uma boa cobertura de sinal.

Esse é o tipo de preocupação que você também tem com o Wi-Fi. Mas o Wi-Fi é muito comum e é algo que já tem nas casas. Às vezes precisar se preocupar com o ZigBee também pode ser cansativo.

Mas, uma coisa para se pensar também é a questão do roteador Wi-Fi. Geralmente, os roteadores têm um limite de dispositivos que podem se conectar a ele. Se você tiver muitos dispositivos inteligentes, seu roteador poderá ficar sobrecarregado.

Quando você usa o ZigBee, seu roteador tem apenas uma conexão: a do hub. Os dispositivos se conectam ao hub, então seu roteador Wi-Fi fica mais livre. E isso é uma grande vantagem, principalmente quando se tem vários dispositivos.

Uma outra desvantagem do ZigBee, é que ele tem uma largura de banda menor. Ele consegue enviar apenas 256kB, enquanto o Wi-Fi já é capaz de enviar muito mais informação.

Por isso, não existem câmeras ZigBee, por exemplo. Câmeras precisam de uma largura de banda muito maior para mandar as imagens, então o Wi-Fi é mais adequado.

Hubs ZigBee e padrões

Atualmente, o ZigBee está na versão 3.0. Nessa versão, em teoria, deveríamos ter todos os dispositivos padronizados. Assim, você poderia usar qualquer hub para se comunicar com qualquer dispositivo, independente da marca.

Na prática, isso não acontece assim.

Alguns dispositivos só são reconhecidos nos hubs da própria marca. Isso acontece muito com os sensores da Sonoff. Eles são identificados apenas no hub da própria Sonoff.

zigbee hub - ZigBee: o que é essa tecnologia e para o que ela serve?
Hub ZigBee

Mas isso acontece com outras marcas também. Por exemplo, os hubs da linha Tuya não identificam os sensores da Sonoff.

Por isso, recomendo que você escolha uma marca e compre tanto o hub como os dispositivos dessa marca. Assim você não corre risco de não conseguir usar o dispositivo.

É claro que existem sim dispositivos que funcionam em diversos hubs, mas antes de adquirir, pesquise! E só compre quando tiver certeza que o dispositivo que você tem quer funciona no hub que você tem.

Aqui em casa, tenho um hub da Sonoff e outro da Tuya. Se fosse escolher apenas um, escolheria da Tuya. Isso porque ela tem muito mais opções de dispositivos.

Importante destacar que Tuya não é apenas uma fabricante de dispositivos, é a plataforma. Os fabricantes criam seus dispositivos e usam essa plataforma para gerenciá-los. Apesar disso, a Tuya também produz alguns produtos.

Aqui está uma seleção de produtos muito interessantes.

Conclusão

Se você está iniciando a automação da sua casa, é mais confortável e fácil adquirir primeiro dispositivos Wi-Fi. Mas conforme você for evoluindo, naturalmente vai querer novos dispositivos e alguns deles são exclusivamente ZigBee.

Por isso, é importante você entender essa tecnologia e antes de adquirir qualquer produto ZigBee, adquira um hub. Caso contrário não conseguirá usar seus dispositivos.

E lembre-se, atenção as marcas e aos tipos de hubs e dispositivos para não se frustrar.

Você tem dispositivos ZigBee na sua casa ou quer ter? Quais? Conta aí nos comentários!

Eu te vejo na próxima, tchau!

3 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


    • Depende, para o Home Assistant o mais fácil de se achar no Brasil é o Sonoff USB Dongle (é o que eu uso).

      Caso contrário, recomendo um hub compatível com Tuya que geralmente tem mais dispositivos compatíveis.